Você já viu uma escola que ensina programação sem professor?

Uma escola que ensina programação sem professor, sem mensalidade e que não precisa nem se formar. Parece o sonho dos jovens. Mas para estudar na francesa École 42, referência em tecnologia mundial, é preciso saber colaborar e ajudar os outros a aprender. “A gente diz que antes de aprender qualquer código, você precisa rever os seus”, diz Karen Kannan, sócia da instituição, que chegou ao Brasil no meio da pandemia e tem 4 mil alunos na fila de espera para participar da seleção.⁣

O conceito da École 42 inclui acabar com o estereótipo tech, de pessoas “esquisitas”, que fazem tudo sozinhas. “Não dá para ensinar tecnologia sem pensar no ser humano. Programar vai além de digitar um código, passa pela forma, pela escuta, é sobre como você vai construir algo programando.”⁣

A École 42 surgiu na França em 2013 com a ideia de transformar o país numa potência digital e suprir a necessidade de profissionais para a área. Hoje está em 26 países e tem três unidades no Brasil (São Paulo, Rio e Belo Horizonte). O 42 é uma referência ao livro Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams, em que o número seria a resposta dada por um computador para todas as questões do universo.⁣

Comente agora mesmo. Dê sua opinião.